Depois de uma espera de um dia, devido às fortes chuvas que caíram no Koshien Stadium na segunda (16), o segundo finalista da Liga Central foi definido. Assim como no Pacífico, em que os Eagles precisaram virar o placar da série contra os Lions, jogando no campo do adversário, o Yokohma DeNA Baystars teve de fazer o mesmo sobre o Hanshin Tigers.

Veja também: Com Wheeler inspirado, Eagles viram a série contra os Lions e estão na Climax Series Final

No primeiro jogo da série, o acer dos Tigers, Randy Messenger, segurou o forte ataque do adversário por seis entradas, e a vitória veio com um shutout por 2 a 0. Já no segundo jogo, o ataque dos Baystars não deu chances aos arremessadores adversários e atropelaram por 13 a 6.

Para o jogo três, o ataque do time de Yokohama voltou a mostrar sua força, principalmente José López, principal jogador do time durante a temporada regular. O venezuelano de longa passagem pela MLB (nove temporadas e cinco times) mostrou sua potência no bastão. Foram três rebatidas em cinco oportunidades, com três corridas impulsionadas e um home run de duas corridas que praticamente definiu a vitória na quarta entrada.

Joe Wiland, abridor do time de Yokohama também foi destaque na partida. Mesmo cedendo sete rebatidas, o arremessador, com a ajuda da defesa, deram sete entradas de segurança, deixando o trabalho encaminhado para os relevos do time.

Já Atsushi Nomi, que abriu o jogo para os Tigers, foi sacado com menos de uma entrada arremessada e três corridas em sua conta. Suguru Iwazaki, um dos seis relevos que estiveram no montinho, também não teve a melhor noite de sua carreira. Permaneceu por uma entrada completa, mas cedeu as outras três corridas dos Baystars.

Os Baystars seguem para Hiroshima, para a Climax Series Final, com a ingrata missão de vencer o melhor time da Central, o Hiroshima Toyo Carp, em sete jogos no Mazda Zoom-Zoom Stadium.


Comentários? Feedback? Siga-nos no twitter em @casadobeisebol e curta-nos no Facebook.