No terceiro dia de jogos da Climax Series, realizados nessa sexta (20), o equilíbrio foi a tônica. Equilíbrio nos jogos e na série, que se encontram com o mesmo placar, a favor dos times visitantes.

Os ataques foram os protagonistas na primeira vitória do Fukuoka Softbank Hawks por 7 a 5, sobre o Tohoku Rakuten Golden Eagles, deixando a série em 2 a 1 para os Eagles. Mesmo placar da série entre o Yokohama DeNA Baystars, que venceu o Hiroshima Toyo Carp por 1 a 0, com a ajuda vital de seus arremessadores.

Veja também: Baystars empatam a série com os Carps e os Eagles abrem vantagem na Climax Series

Precisando de uma vitória para se manter vivo na série, após duas derrotas, os Hawks tinham pela frente o ace dos Eagles, Takahiro Norimoto e um ataque inspirado nos playoffs. O primeiro não teve muita sorte, mesmo com 11 strikeouts, mas o segundo deu trabalho e quase complicou a vida do time de Fukuoka.

Os ataques prevaleceram sobre os abridores, com 10 rebatidas para cada um, alem de três home runs de mais de uma corrida. Seiichi Uchikawa foi mais uma vez um dos destaques do time dos Hawks, batendo o terceiro home run nessa série. Mas o herói do jogo foi Akira Nakamura.

O jogador de campo externo, pouco comentado entre os jogadores de potência no bastão, foi o maior responsável pela vitória. Nakamura bateu o home run de duas corridas, com o placar empatado na oitava entrada. Com a liderança no placar e uma entrada por jogar, coube ao melhor fechador da liga realizar o seu trabalho. E Dennis Sarfate não decepcionou, fechando o jogo sem ceder nada ao ataque adversário.

Melhores momentos da vitória dos Hawks:

Os arremessadores foram os grandes protagonistas da segunda vitória dos Baystars. Foram usados 12 durante o jogo, mas um deles será o mais lembrado do dia. Mesmo com Kris Johnson, melhor arremessador da liga na temporada passada, em campo pelos Carps, Shoichi Ino foi o cara do jogo.

Os dois arremessadores deram cinco entradas para seus times e apenas uma rebatida de diferença entre eles. Essa rebatida foi a crucial, cedida por Johnson ao próprio Ino. Rebatida na segunda entrada, que impulsionou a única corrida do jogo, anotada por Hiroki Minei.

Melhores momentos da vitória dos Baystars:

Os times voltam a se enfrentar nesse sábado (21). Daichi Osera deverá ser o abridor nos Carps e Shota Imanaga nos Baystars. No outro confronto os abridores serão, provavelmente, Rick van den Hurk pelos Hawks e Takayuki Kishi nos Eagles.


Comentários? Feedback? Siga-nos no twitter em @casadobeisebol e curta-nos no Facebook.