Out of The Park Baseball (OOTP) é um dos melhores jogos de gerenciamento que existe — e nesse rol tem o poderoso Football Manager. Todos os anos a empresa que produz o jogo lança uma versão nova do OOTP, que sempre ganha notas altíssimas no Metacritic e na maioria dos sites de avaliação.

VEJA TAMBÉM: Review OOTP 18 — Vale a pena comprar?

O OOTP prega pelo realismo extremo, e por isso ele pode ser um pouco complicado para jogar e ter sucesso. Mas não se preocupe, vamos te ajudar no processo com dicas valiosas.

Estabeleça sua mentalidade

Não se esqueça: você é o general manager e o OOTP é muito real. Portanto, você tem um emprego em mãos em que precisa pensar exatamente como um GM inteligente. E um dos principais passos para um dirigente ser bem sucedido é pensando a longo prazo.

Vou te dar um exemplo prático. No OOTP 18, tenho um save com o Kansas City Royals, e estou em 2020. Quando peguei o time, em 2017, a situação era complicada. Contratos em último ano, jogadores com grande salário e vencer a curto prazo era uma opção nada inteligente. Optei pelo rebuild total.

Troquei jogadores como Eric Hosmer, Mike Moustakas, Alcides Escobar e até mesmo Lorenzo Cain. Fiz uma reformulação completa em troca de prospectos, algo parecido com o que o Chicago White Sox está fazendo agora. No primeiro ano, fiquei com 66 vitórias e 96 derrotas, mas sem problema. Estava nos planos e mantive a mentalidade a longo prazo.

Na segunda temporada, já com os jovens correspondendo e uma folha salarial pequena, fiquei com 91 vitórias e perdi no jogo sete da ALCS para o Texas Rangers. Jogadores como Jacob Hannemann, Raul Mondesi, AJ Cole e Ryan O’Hearn foram a alma do time.

Em 2019, terceira temporada, fui ainda mais longe: 115 vitórias, segunda maior campanha da história do beisebol. Com a folha salarial baixa, consegui trazer Manny Machado e Sonny Gray para melhorar o time. Um desempenho do qual me orgulho muito.

(Abrir a imagem em nova guia para expandir)

Portanto, se o projeto for a longo prazo, com um time como Chicago White Sox ou Oakland Athletics, não tente ser desesperado e vencer logo no primeiro ano. Conheça as limitações do time e tenha paciência. O sucesso vai chegar, se você fizer um bom trabalho como dirigente.

Encontre valor nos prospectos

O mundo do OOTP gira em torno do futuro. Uma temporada passa rápido, ainda mais se você simular os jogos à beira do campo. Portanto, pensar no amanhã, assim como um bom GM faz, é uma estratégia vencedora.

Aqui vai uma dica valiosa para encontrar prospectos. Pegue algum jogador mediano no seu time ou um prospecto de qualidade sem espaço e dê “shop player around”. Assim, você vai encontrar uma lista de jogadores que estarão disponíveis em troca desse atleta que você quer negociar.

(Abrir a imagem em nova guia para expandir)

Na maioria das vezes, nessa lista, haverá bons prospectos. Mas a chave não está negociar logo de cara. Tente barganhar e sempre fique atento a reação do GM oposto sobre a troca que você quer propor. É uma grande vantagem que não existe na vida real.

(Abrir a imagem em nova guia para expandir)

A máquina nem sempre é inteligente nas negociações, nem mesmo no “Challenge Mode”. Portanto, seja persistente, procure bons negócios e passe alguns minutos planejando trocas. Eventualmente, um bom retorno vai aparecer para você.

Tenha paciência na free agency

É frequente a máquina pedir salários gigantescos quando chega a free agency, parecido com o que os empresários fazem na realidade. Portanto, não tenha medo de barganhar e negociar com calma. Se você ir atrás dos principais jogadores disponíveis e mandar logo a primeira oferta que eles pedem, certamente você estará pagando acima do necessário.

Uma dica muito boa para não se apegar aos grandes contratos é utilizar o “Team Option” nas cláusulas. Geralmente os jogadores aceitam, e em todos os meus contratos eu coloco essa opção. É uma baita arma na manga e que deixa você em controle para o último de contrato ou não de determinado jogador.

(Abrir a imagem em nova guia para expandir)

Exclusivo para OOTP 18: roube muitas bases!

Isso é algo que a empresa precisa corrigir para os outros OOTPs. Geralmente os roubos de base são uma certeza no jogo, principalmente se você tem um velocista em campo — não precisa ser um Billy Hamilton para tal. Portanto, na hora de montar seu time, tenha em mente que a velocidade pode ser um grande aliado.

Além disso, as tentativas de “double steal” sempre são bem-vindas, pois a taxa de sucesso geralmente é grande. No entanto, assim como na realidade, é sempre bom ficar de olho na força do braço do catcher adversário. Pra cima de 60 é bom, abaixo disso é green light para roubar quantas você quiser.

(Abrir a imagem em nova guia para expandir)

Não aceite as trocas que a máquina quer

Geralmente a máquina testa a sua inteligência beisebolística com algumas propostas de troca muito nada a ver. Negociações que não fazem sentido nem mesmo na qualidade dos jogadores. Portanto, se você receber uma proposta da máquina, saiba que tem alguma pegadinha nisso. Eles vão querer tirar vantagem em todas as negociações.

Você precisa saber como funcionam os contratos

No OOTP, a parte empresarial é importantíssima para o sucesso e isso inclui saber como os contratos funcionam. As cláusulas mais simples, como “player option” e “team option” são fáceis, mas termos como “waivers”, “assignment” e como funciona o elenco de 40 jogadores podem te atrapalhar se você não entendê-las perfeitamente.

Portanto, sempre que você não entender algum termo, pode entrar em contato com a gente através de alguma rede social que vamos te ajudar.

Sempre tenha pelo menos um líder no elenco

A parte emocional do OOTP também conta e os líderes no elenco são importantíssimos para manter o vestiário calmo e sem turbulência. Quando mandei Matt Wieters e Salvador Perez embora, fiquei sem líder no time. Um dos principais motivos pela contratação de Josh Donaldson foi justamente adicionar um veterano experiente no elenco. Acredite, faz a diferença no jogo.

(Abrir a imagem em nova guia para expandir)

Como achar esse líder para o seu time? Isso é fácil. Basta ir em “MLB”, “Transactions”, “MLB Player List” e colocar essa pesquisa nos termos.

(Abrir a imagem em nova guia para expandir)

***

Por hoje é só! Nas próximas semanas, vamos lançar outros guias de como fazer você ser um campeão no OOTP. Qualquer dúvida ou comentário aleatório, só ir nas nossas redes sociais.


Comentários? Feedback? Siga-nos no twitter em @casadobeisebol e curta-nos no Facebook.

About The Author

Editor-chefe da Casa do Beisebol, entre 2015-2017 ocupei a mesma função no Segunda Base, além de ter trabalhado como administrador e fundador do Spinball Net entre 2011 a 2016. Ainda com passagem pelo ExtraTime. Respiro beisebol 24 horas por dia, também sou tipster e apostador profissional no Quero Apostar.

Related Posts